Conheça a badalada noite paulistana

A cidade de São Paulo é conhecida por atender a todos os tipos de público, desde os mais requintados, até os mais alternativos. As baladas os clubes, boates, paulistanas têm em sua lista nomes de peso em âmbito mundial, e estão nos ranks das mais famosas junto com algumas de NYC e Ibiza.

Geralmente as baladas em São Paulo funcionam com comandas de ‘consumação’ ou ‘seco’, e também com listas de descontos, que ao enviar seu nome (e de seus amigos) até uma certa hora, dá benefícios de preço ou fila preferencial. Promoters também são comuns na baladas, e podem ser consultados sobre preço.

O horário de funcionamento das casas noturnas costuma ser das 22:00 até 05:00, sendo que algumas baladas podem começar mais tarde ou terminar mais tarde. Alguns tipos de clubs tem o costume de ter seu pico em dias de semana, como é o caso das casas sertanejas, porém, é mais normal encontrar as baladas lotadas de sexta-feira e sábado.

Baladas em São Paulo geralmente são caras, se comparadas a outros lugares do mundo e do Brasil. A consumação média é de 50 reais por pessoa, pensando que cobram de R$20,00 até R$250,00 pela entrada. As mulheres costumam ter um ticket mais baixo, chegando a ter entrada VIP em grande parte das baladas. Confira algumas dessas baladas:

LIONS NIGHT CLUB

Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 277 Bela Vista – Centro – São Paulo – SP
Localizada no primeiro andar de um prédio na Av. Brigadeiro Luís Antônio, o ponto forte da casa é a varanda com uma vista incrível para o centro de São Paulo. Além disso, o décor do Lions Nightclub é a cara da riqueza, com lustres de cristal e sofás de camurça. Além disso, a casa promove duas super festas de música eletrônica: a CIO, de quarta-feira e a Forward aos sábados. Os preços durante a semana são a partir de R$ 40 e fim de semana R$ 60, podendo haver esquema de consumação. Quarta a sábado : 23h às 6h.

D-EDGE

Rua Auro Soares de Moura Andrade, 141, Barra Funda – São Paulo – SP
Com 10 anos de clube nas costas, o D-Edge já ganhou diversos prêmios, entre eles o “4º melhor clube do mundo”. Além da infra-estrutura impecável, e soundsystem dos mais modernos, o clube também abriga as festas de música eletrônica mais conhecidas do Brasil, afinal sempre contratam atrações gringas para tocar. O circuito eletrônico começa na quinta-feira com a festa Moving, seguida pela Freakchic nas sextas, Mothership aos sábados e o querido Super After que rola aos domingos até o meio dia. A média de preço é a partir de R$ 40 dependendo da noite, além de também rolar esquema de consumação.

JOSEPHINE

Rua Mário Ferraz, 580 – Itaim – São Paulo – SP
Inspirada em baladas de Amsterdã e Berlim, a Josephine é filial de um clube de Washington, Estados Unidos. Cortinas de veludo, lustres de cristal, escadas de ferro e divãs com estampa de cobra dão um ar luxuoso à casa, que conta com duas pistas, uma menor e outra maior, além de um espaço para camarotes. A balada funciona às quartas, quando recebe o DJ Milk tocando hip hop e black music e às sextas, com o house e disco do DJ Paulo Jardim. Horário de Funcionamento: quarta, sexta e sábado, a partir das 21h.

BALLROOM

Rua Augusta, 3000 – Cerqueira César – São Paulo – SP
Localizada no casarão que abrigava a extinta Heaven, a balada contrasta o chão de madeira e os lustres clássicos de cristal com globos espelhados. O público é predominantemente composto por pessoas entre 25 e 30 anos e o house e disco tomam conta das pistas até de manhã. Horário de Funcionamento: quarta a sábado, a partir das 23h30.

PINK ELEPHANT

Rua Clodomiro Amazonas, 482 – Vila Nova Conceição – São Paulo – SP
Filial do clube de mesmo nome localizado em Miami, Estados Unidos, o Mynt Lounge é dividido em duas pistas: uma de hip hop (que costuma lotar após as 3h da manhã) e outra de house e disco. A decoração é formada por um conjunto de telões de LED, em um ambiente bem moderno e elegante. Horário de Funcionamento: quinta a sábado, a partir das 0h.

CARIBBEAN DISCO CLUB

Rua dos Pinheiros, 1275 – Pinheiros
Aberto as quintas, sextas e sábados, o club conta com ambientes separados por vários níveis, um lounge com mobília francesa, bares, sistema de som, iluminação com alta tecnologia e três camarotes (Cancun, Aruba e VIP) com atendimento exclusivo feito por hostesses e garçonetes. Segundo André Leão, gestor do Caribbean Disco Club “a ideia é surpreender a cada noite, com uma vibe especial”.

DISCO CLUB

Rua Professor Atílio Innocenti, 160 – Itaim – São Paulo – SP
A casa já serviu de espaço para festas particulares de famosos como Gisele Bündchen e Naomi Campbell. Com o conceito de receber poucos clientes, mas exigentes, a Disco oferece um ambiente de glamour com o melhor do house music. – Quarta, sexta e sábado das 23h ao último cliente.

CLUB A

Avenida Nações Unidas, 12.559 Vila Cordeiro – Sul – São Paulo – SP
Desde 2009 instalada no lobby do hotel Sheraton, a casa aposta numa decoração requintada para atrair moças e rapazes endinheirados com mais de 35 anos. Coqueiros de cristal feitos à mão, além de telas sensíveis ao toque nas mesas para pedir um drinque chamam a atenção de quem curte tecnologia. No som, shows de jazz, MPB e flashbacks embalam as festas, sempre regadas a champanhe. – – quinta e sábado : 21h.

CLASH CLUB

Rua Barra Funda, 969 – Barra Funda – São Paulo – SP
Há seis anos o Clash Club está na lista dos favoritos de muitas pessoas, afinal além de ser um ambiente grande e agradável, a casa também investe em atrações gringas – principalmente para as noites de música eletrônica. As festas são variadas, mas entre as quintas e sábados a casa promove festas de música eletrônica – que bombam. Mulheres são VIPs até 1h, e a média de preço para homens é R$ 70 consumação.

THE WEEK

Rua Guaicurus, 324 – Lapa – São Paulo – SP
Sem dúvida, trata-se da mais famosa balada gay da cidade. Com filiais no Rio de Janeiro e em Florianópolis, costuma receber cerca de 2 500 pessoas por fim de semana em um megaespaço de 3 200 metros quadrados. O salão principal fervilha ao som de batidas de house, tribal e progressive, enquanto outro ambiente, repleto de quadrados coloridos, sacode com faixas dos mesmos gêneros, porém mais conhecidas. A casa acaba de inaugurar uma terceira pista, dedicada ao pop. Uma ampla área externa, adornada com uma piscina, recebe a turma ávida por ar fresco.

HOT HOT

Rua Santo Antônio, 570 – Bela Vista – São Paulo – SP
Em meio a facilidades como a compra de ingresso antecipada para evitar filas e comanda pré-paga, o clube localizado na Rua Santo Antônio oferece uma das noites gays mais divertidas de São Paulo nas quintas-feiras. A promessa do clube é surpreender seus convidados com a decoração impecável inspirada nos anos 70 com um toque futurista. Além disso, a casa oferece pocket shows e festas temáticas. Diversão garantida

CLUBE GLORIA

Rua Treze de Maio, 830 – Bela Vista – São Paulo – SP
É o clube mais fashionista de São Paulo, pois além de Andre Hidalgo – seu proprietário – ser idealizador da Casa de Criadores, o público não deixa a desejar no quesito “montação”. Um lugar para ver e ser visto, dançar música pop e ferver na pista até de manhã – as noites gays são nas sextas e sábados. O ambiente também não deixa a desejar, afinal toma espaço em uma antiga igreja no tradicional bairro do Bixiga. Não economize no make, plumas, leggings e acessórios ultrajantes.

YATCH

Rua 13 de maio, 701 – Bela Vista – São Paulo – SP
Ainda é quarta-feira, mas a vontade de sair está falando mais alto? Não se preocupe, pois a festa LUX, no Club Yatch, foi feita para você. Como o próprio nome já diz, a casa noturna localizada na Rua 13 de maio, foi inteira inspirada no universo marítimo, e a cereja do bolo são os barman vestidos de marinheiro. Mergulhe nesse fervo e comece a semana com o pé direito, ao som do melhor da música pop.

BLITZ HAUS

Rua Augusta 657 – Consolação – São Paulo – SP
A nova casa na Rua Augusta já se tornou pedida para o público gay moderninho. Nas quintas-feiras, o projeto Gato Mia promete retomar os ânimos para os baladeiros semanais. Lucas Dannvie, Bruno Machado e Felippe Negrão trazem uma festa para quem curte algo de qualidade, acima de qualquer coisa – porque o mais importante é dizer no final que valeu a pena chegar mais tarde nos estudos ou no trabalho, não é mesmo? Prepare-se para dançar ao som de muito pop – e cercado por boys magia.

OUTLAWS

R. Augusta, 2805 – Jardim Paulista – São Paulo – SP
Mais nova balada sertaneja da capital, localizada na boêmia Rua Augusta. A casa é de propriedade de Anderson Ricardo, empresário de Luan Santana, e Marcus Buaiz, velho conhecido da noite paulistana. O foco da Outlaws é o público A. A casa funciona de quinta a domingo. Dia mais quente: quinta-feira.

VILLA MIX

Rua Beira Rio, 116 – Vila Olímpia – São Paulo – SP
Outra opção relativamente nova para os paulistanos que gostam de sertanejo universitário é o Villa Mix. De propriedade da dupla Jorge & Matheus, a casa também foca num publico mais elitizado. O próprio Villa Mix se intitula como uma “casa noturna voltada para um público seleto, exigente e de extremo bom gosto”. O Villa Mix funciona de quarta, sexta e sábado, a partir das 22h30. Dia mais cheio: quarta-feira.

WOOD’S BAR

Rua Quatá, 1016 – Vila Olímpia – São Paulo – SP
O Wood’s é a filial paulista de uma casa que é sucesso no sul do país. O Wood’s São Paulo foi inaugurado no final de 2010 e um de seus proprietários é Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba. A balada segue a linha do Outlaws e do Villa Mix, foca no público A. Os shows rolam as quartas, sextas e sábados. Dia mais quente: quarta-feira.

VILLA COUNTRY

Av. Francisco Matarazzo, 774 – São Paulo – SP
O Villa Country é a casa sertaneja mais tradicional de São Paulo. Com uma estrutura gigantesca, que conta com palco, restaurante, pista de dança, bares, lojas e mesas de bilhar, tudo dividido em mais de 12 mil metros quadrados, o clube reúne até cinco mil pessoas por noite. O Villa Country funciona de quinta a domingo. Dias mais quentes: sábado ou em dias de show.

MORRISON ROCK BAR

R. Inácio Pereira da Rocha, 362 – Vila Madalena – São Paulo – SP
Casa da Vila Madalena especializada em rock clássico, cujo nome homenageia o vocalista da banda The Doors. A programação do Morrison conta com shows ao vivo de diversas bandas cover. O público é formado por roqueiros de todas as idades, que possuem preferência pelo rock clássico.

MANIFESTO BAR

R. Iguatemi, 36 – Itaim Bibi – São Paulo – SP
Casa de hard rock e heavy metal localizada no bairro do Itaim, com diversos shows ao vivo de bandas conhecidas no cenário nacional. Membros de famosos grupos internacionais já passaram por lá, entre eles Deep Purple, Metallica, Iron Maiden, Ramones, Motörhead e Red Hot Chilli Peppers. Além dos shows ao vivo, a casa possui também DJs residentes.

SANTA ALDEIA

R. Beira Rio, 113 – Vila Olímpia – São Paulo – SP
Não poderíamos começar a listar as principais casas, sem antes citar o Santa Aldeia, afinal a casa é sucesso absoluto quando o assunto é axé e pagode. É que é lá que os principais grupos se apresentam, além de o espaço ser grande e rolar feijoada com música ao vivo aos sábados. Se você curte pagode, lá é o seu lugar! Mulheres são VIP e homens a partir de R$ 25.

CARIOCA CLUB

R. Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros – São Paulo – SP
Localizada no bairro de Pinheiros, próximo ao Largo da Batata, a casa investe em uma ampla programação de shows aos fins de semana. Fique de olho na programação, pois de sexta a domingo o Carioca Club recebe os grandes nomes do samba, axé e pagode.

ESPAÇO SANTA CLARA

R. João Ramalho, 1085 – Perdizes – São Paulo – SP
Se você curte mesmo é samba, seu lugar é no Espaço Santa Clara, afinal a casa foi inspirada em Jorge Ben Jor e oferece uma programação regada ao melhor do samba de raiz. Além disso, está localizada em Perdizes e sua decoração é um mix de rústico, conforto e tecnologia. Mulheres são VIPs, e os homens a partir de R$ 30.
Esperamos que possamos contribuir na sua busca pela badalada noite paulistana. E se você já passou por alguma experiência com alguns desses lugares, deixe sua mensagem aqui no blog e ajude outras pessoas!

0 comentários