7 lugares tranquilos na cidade de São Paulo

O ritmo na cidade de São Paulo é caótico e toma conta das principais ruas de São Paulo, além de ser  estressante até mesmo para os viajantes, e chega a ser, inclusive, motivo para espantar quem não gosta de agito ou multidões.

Mas não se engane a cidade não é feita de todo esse agito, a boa notícia é que tanto moradores quanto visitantes podem sim encontrar lugares onde imperam a paz e o sossego, que permitem esquecer completamente o caos lá fora. Acompanhe agora as sugestões que o SPMais traz e escolha o melhor lugar para ser seu refúgio de tranquilidade.

1 – Pico do Jaraguá

Um excelente lugar para quem não tem medo de altura e quer relaxar em São Paulo é o Pico do Jaraguá, que fica dentro do Parque Estadual Jaraguá. Trata-se do ponto mais alto da capital paulista, em meio ao verde e em contato com muito ar puro.  Com uma vista de  diversos lugares de São Paulo. Em dias de sol, sem nuvens, a visibilidade atinge um raio de até 55 quilômetros e garante um belo panorama igual. A visitação ocorre de segunda a domingo, das 7h às 17h, pelo Parque Estadual do Jaraguá, zona oeste da capital. O acesso ao mirante pode ser  feito a pé, numa caminhada de cerca de 2 quilômetros, ou de ou de carro, pela Estrada Turística.

Endereço: Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539 – Vila Chica Luisa – São Paulo – SP

2 – Mosteiro São Bento

O Mosteiro de São Bento é um símbolo importante para a cidade de São Paulo. Com mais de 400 anos de História, o Mosteiro sempre teve grande influência na cidade. Vale lembrar a própria localização em que foi construído o cenóbio beneditino. O local era a Taba do Cacique Tibiriçá. Foi doado pela Câmara de São Paulo em 1600 aos monges. No coração de São Paulo também é possível fugir do caos. O Mosteiro São Bento é um destes refúgios. Independentemente de religião ou crenças, este santuário,  é perfeito para quem quer sossego. Sua estrutura  garante um silêncio fundamental para a meditação ou orações, esquecendo complemente a agitação que corre frenética do lado de fora.

Endereço: Largo de São Bento, 48 – Centro – São Paulo – SP

3 – Jardim Botânico

Um ambiente com muito verde e tranquilidade são os principais elementos que compõem o Jardim Botânico de São Paulo. O local conta com diferentes espaços, como o Jardim de Lineu, o Lago das Ninféias, o Bosque dos Passuarés e o Castelinho, sempre à espera dos seus visitantes. Nada melhor que sentar e observar a natureza para recarregar as energias.

Endereço: Av. Miguel Estéfano, 3031 – Vila Água Funda –  São Paulo – SP

4 – Parque da Água Branca

Na Zona Oeste de São Paulo, o Parque da Água Branca é a opção perfeita para amantes da  leitura. Próximo a Barra Funda e Perdizes o Parque Dr. Fernando Costa – Água Branca é um ótimo lugar de lazer e tranquilidade. O público é bastante diversificado, os frequentadores praticam caminhadas, corridas atividades físicas, meditação e passeios nas diversas associações de criadores instalados no parque por estudantes em geral. Nos finais de semana a procura em sua maioria é de lazer, visitas as exposições e eventos.  Este refúgio conta com um aquário e um espaço totalmente dedicado à leitura.  O Tattersal é um espaço também utilizado para eventos, geralmente locado por empresas para ministrarem palestras, também ocorrem apresentações de Teatro, apresentações Musicais e Culturais. O horário de funcionamento é de segunda a segunda, das 6 às 20h.

Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca – São Paulo – SP

5 – Templo Busshinji

São Paulo aguarda boas e agradáveis surpresas, para os adeptos ou simpatizantes do budismo. Uma delas é o Templo Busshjinji, um reduto de tranquilidade localizado no bairro da Liberdade. O Templo Busshinji é a sede da Missão da Escola Sōtōzen para a América do Sul. É ligado à Comunidade Budista Sōtōzenshu. Seus membros são: monges, leigos ordenados, praticantes e congregados que dedicam-se à prática dos ensinamentos de Buda. Ali, é possível aprender zazen, técnica de meditação em que se procura não pensar em nada, perfeita para quem quer esquecer o ritmo insano da capital paulista.

Endereço: Rua São Joaquim, 285 – Liberdade – São Paulo – SP

6 – Espaço Ouvillas – Parque Villa-Lobos

Localizado no bairro de Alto dos Pinheiros, na região Oeste da Capital, o parque Villa-Lobos é uma das melhores opções de lazer ao ar livre da cidade. O parque, que abrange uma área de 732 mil m², possui ciclovia, quadras, campos de futebol, “playground” e bosque com espécies de Mata Atlântica. A área de lazer inclui ainda aparelhos para ginástica, pista de cooper, tabelas de “street basketball” e um anfiteatro aberto com 750 lugares, sanitários adaptados para deficientes físicos e lanchonete. A grande área plana e os caminhos praticamente nivelados tornam mais fácil o deslocamento de pessoas. Alguns dos brinquedos de madeira nos parquinhos também foram elaborados para garantir a acessibilidade, como uma caixa de areia e uma casinha na montanha, que permitem acesso por pessoas em cadeiras de rodas. O Villa-Lobos também conta com um telefone público para os deficientes auditivos. Funcionamento: De segunda a segunda das 5h30 às 19h e no horário de verão, até às 20h.

Endereço: Av. Professor Fonseca Rodrigues, 2001 -Alto dos Pinheiros – São Paulo – SP

7 – Pavilhão Japonês – Parque do Ibirapuera

Dentro do movimentado Parque do Ibirapuera – na região sul de São Paulo – existe um escondido e agradável recanto de calmaria. O Pavilhão Japonês é um espaço dentro do Parque Ibirapuera, inspirada no Palácio Katsura, em Quioto. A espaço foi entregue pela colônia japonesa no quarto centenário da cidade de São Paulo em 1954. Além do jardim repleto de plantas e árvores ornamentais, identificadas com nome científico e país de origem, o pavilhão abre as portas para uma pequena mostra da memória e cultura japonesa com exposição de peças de cerâmicas, trajes de guerreiros e outros objetos típicos desse povo que tem em São Paulo a maior colônia fora do Japão. Na parte dos fundos, um lago repleto de carpas pode ser contemplado e, quem tiver interesse, também pode alimentar os peixes com ração fornecida pelos funcionários do local. O Pavilhão e sua área externa propiciam aos visitantes momentos únicos de contemplação, reflexão e descanso. É uma ótima opção para relaxar após praticar esportes e fazer atividades físicas no parque. Funcionamento: quarta, sábado, domingo e feriado  das 10h às 12h e das 13h às 17h. Valor  R$10 (inteira) e R$5 (meia).

Endereço: Parque Ibirapuera – Portão 3 e 10, s/n –  Parque Ibirapuera – São Paulo – SP

Esperamos que com essa lista possamos contribuir com sua busca por lugares tranquilos na cidade de São Paulo E se você já conhece algum desses lugares e já passou por alguma experiência com eles, deixe sua mensagem aqui no blog e ajude outras pessoas!

0 comentários